'Agenda fiscal é essencial para a retomada econômica', diz economista

25/06/2020
'Agenda fiscal é essencial para a retomada econômica', diz economista

André Rebelo, economista da FIESP, comenta o cenário do País em reunião das regionais da FIESP/CIESP/SESI/SENAI; instituições apresentam balanço das ações realizadas devido à pandemia da covid-19 

Na tarde dessa quarta-feira, 24, o 1º vice-diretor do CIESP Sertãozinho e presidente do CEISE Br, Luis Carlos Júnior Jorge, participou de reunião online dos conselheiros regionais da FIESP/CIESP/SESI/SENAI, que contou com uma apresentação do economista da FIESP, André Rebelo, sobre o atual cenário do País. 

Segundo o economista, diante do impacto da pandemia do novo coronavírus nos negócios e na economia globais, no Brasil o cenário é de uma recessão forte e que a retomada ainda está em aberto, mas aponta que o estímulo a ela parte de três varáveis, em linha, que são o juro barato, câmbio incentivador da produção nacional e inflação sob controle. “O grande problema que temos hoje é o crédito, o ingrediente fundamental para fazer a travessia deste período mais agudo relacionado à quarentena”. 

Para ele, “a partir de 2021, a gente espera que o governo tenha uma sinalização clara sobre uma agenda fiscal e retomada das reformas, que são medidas essenciais para a estabilização do câmbio, permanência de juros mais baixos e um crescimento econômico mais robusto”. 

Após as análises de Rebelo, as regionais (Franca, Ribeirão Preto e Sertãozinho) da FIESP/CIESP/SESI/SENAI, apresentaram as ações praticadas até agora para minimizar os efeitos da pandemia de covid-19. 

O SESI, por exemplo, vem distribuindo 230 mil refeições diárias e atendendo a mais de 100 entidades; até julho, serão 466 mil refeições distribuídas, gratuitamente. Quanto à suspensão das atividades escolares, o SESI implantou uma metodologia e uma plataforma digital de educação com aulas interativas e inclusivas.

O SENAI, sem custos, reparou, calibrou e devolveu a instituições de saúde 157 respiradores, doou 350 mil embalagens com álcool em gel, e distribuiu 520 mil máscaras cirúrgicas e outras 37 mil do tipo face shield. 

O 1º vice-diretor do CIESP Sertãozinho e presidente do CEISE Br, Luis Carlos Júnior Jorge, destacou que o SESI e SENAI locais doaram 5 mil máscaras e 300 frascos de álcool em gel para a Santa Casa de Sertãozinho, e outros 200 frascos para a Secretaria Municipal de Saúde, além da colaboração para o conserto de um respirador da Santa Casa e a distribuição das refeições.

 

 

Assessoria de Imprensa CEISE Br
Jornalista responsável: Larissa Batistetti
Telefones: (16) 3945-5422 | 99296-8356
imprensa@ceise.com.br