Banco prevê crescimento de 2% para o Brasil neste ano

11/01/2018
Banco prevê crescimento de 2% para o Brasil neste ano

O Brasil deve crescer 2% neste ano, em comparação com a estimativa de 1% em 2017. De acordo com o relatório "Global Economic Prospects", divulgado ontem pelo Banco Mundial, a previsão se confirma à medida que melhorias das condições de trabalho e a inflação baixa favorecerem o aumento do consumo privado.

A previsão estão abaixo da média de analistas no Brasil, que estimam crescimento do país em 2018 em 2,69%, segundo o mais recente relatório Focus, do Banco Central.

Depois de anos de recessão, a expansão da economia brasileira é marcada pelo crescimento das vendas no varejo e da produção industrial, afirmou o Banco Mundial. A dissipação dos efeitos residuais da recessão e as condições políticas podem propiciar ambiente mais favorável aos investimentos no médio prazo.

Segundo o documento, a América Latina deve crescer 2% neste ano, depois de acelerar 0,9% em 2017. O impulso do crescimento regional deverá aumentar à medida que o consumo privado e o investimento crescerem, especialmente nas economias exportadoras de commodities. Em 2019 a região deve crescer 2,6%.

A economia da Argentina se recuperou em 2017 e cresceu 2,7%, segundo o relatório. Neste ano pode expandir 3% graças a maior investimento em infraestrutura.

Já o México deverá crescer 2,1% neste ano, ante estimativa de 1,9% de 2017. Para 2019, o Banco Mundial prevê que o México cresça 2,6% graças à recuperação do investimento. Essa alta deve ocorrer, afirma a entidade, conforme se dissiparem as incertezas em relação às eleições presidenciais de julho e às renegociações do Nafta.

 

Fonte: Valor Econômico