Goiás: projeto que incentiva consumo de etanol é aprovado na Assembleia

22/06/2020
Goiás: projeto que incentiva consumo de etanol é aprovado na Assembleia
O plenário da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) aprovou na quinta-feira (18/6), por unanimidade, o projeto de lei que institui a política estadual “Na Hora de Abastecer, Escolha Etanol". De autoria do presidente da Casa, Lissauer Vieira, a matéria, que agora segue para a sanção do governador Ronaldo Caiado, visa estimular o consumo do etanol como combustível menos poluente na atmosfera, além de assegurar a operacionalização do setor sucroenergético e a manutenção dos empregos diretos e indiretos diante dos impactos provocados pela pandemia do novo coronavírus.
 
Em sua justificativa, Lissauer explicou a importância da implantação da campanha no âmbito estadual para o desenvolvimento do setor e para o fortalecimento da economia goiana. “Sabemos que Goiás é hoje um dos poucos estados que produz etanol, não só a produção agrícola, mas também a industrialização desse produto. Então estamos promovendo essa campanha juntamente com as entidades que representam essa categoria buscando, acima de tudo, a geração de emprego e renda em nosso estado”, justificou.
 
Segundo o presidente da Alego, em razão da pandemia da covid-19, as unidades produtoras da região Centro-Sul tiveram uma queda de 35% na comercialização de etanol nos primeiros quinze dias de abril, em comparação com os dados de abril de 2019 e que, portanto, a adoção dessa medida visa conter, também, uma possível crise no segmento. "A implantação dessa política pública emergencial para o setor é extremamente urgente e necessária para evitar o risco de colapso do segmento e manter, ao mesmo tempo, a cadeia produtiva e os milhares de empregos que estão em jogo", afirmou.
 
A campanha "Na Hora de Abastecer, Escolha Etanol" integra outra política estadual, também aprovada por unanimidade durante a sessão remota desta tarde. Trata-se do projeto “Dê uma força para Goiás”, de iniciativa do Poder Legislativo e que visa estimular o consumo de produtos e serviços goianos com o objetivo de reduzir os efeitos negativos da pandemia do novo coronavírus na economia do estado.
 
 
Fonte: A Redação