Indústria de fundição volta a crescer após 3 anos de queda

15/09/2017
Indústria de fundição volta a crescer após 3 anos de queda

Após três anos de retração, a indústria de fundição voltou a crescer e deverá retornar aos níveis de 2015, segundo a Abifa (do setor).

De janeiro a julho, o volume produzido pelas fabricantes aumentou cerca de 7%, afirma Roberto João de Deus, diretor-executivo da entidade.

O crescimento está associado à melhora da indústria automobilística, um dos principais clientes do setor, e ao aumento de exportações, diz ele. "A expectativa é encerrar 2017 com 2,3 milhões de toneladas produzidas."

No Brasil, a Teksid registra um crescimento de 20% na produção de itens de ferro e de 40% na de alumínio, afirma Raniero Cucchiari, diretor comercial da companhia.

"Começamos a fabricar blocos de alumínio neste ano e também a exportar cabeçotes, após um aporte de R$ 250 milhões iniciado em 2013", afirma o executivo.

A empresa também investirá, até o fim deste ano, aproximadamente 10% de seu faturamento em automação e modernização da planta, segundo Cucchiari. A receita anual estimada gira em torno de R$ 850 milhões.

 

Fonte: Folha de São Paulo