Principais inovações e tecnologias voltadas ao mercado de bioenergia estarão à mostra na 27ª FENASUCRO

16/08/2019
Foto: Alberto Gonzaga
Foto: Alberto Gonzaga

Entre 20 e 23 de agosto, visitantes poderão conferir mais de 1.000 marcas expositoras, com apresentação de cerca de 3 mil produtos

Vitrine mundial da cadeia bioenergética, a FENASUCRO traz, em sua 27ª edição, as principais inovações, tecnologias produtos e tendências voltados ao setor. A feira, que acontecerá de 20 a 23 de agosto em Sertãozinho (SP), é o único evento do país com foco exclusivo em bioenergia e, em 2019, se renova para atender de forma mais ampla as indústrias de Biocombustíveis; Transporte e Logística; Papel e Celulose; e de Alimentos e Bebidas.

O mercado de etanol de milho será um dos destaques desta edição e também o foco da empresa JW Equipamentos Industriais, que irá apresentar a sua tecnologia denominada StarchCane®. Trata-se de uma tecnologia inovadora, 100% nacional, com separação de sólidos antes da destilação, com reciclo de leveduras.

"A produção de etanol de milho vem se consolidando como uma ótima alternativa para suprir a necessidade atual e futura de biocombustíveis. Por isso, ganha destaque na FENASUCRO e no setor como um todo. Nossas expectativas são muito positivas", afirma Guilherme Martins Neto, diretor da JW Equipamentos Industriais.

Segundo ele, o setor já entende que o etanol de milho é um componente a mais e muito importante no processo de produção do etanol. "Do ponto de vista industrial, o etanol de milho reduz significativamente os custos operacionais, eliminado a ociosidade industrial, já que as usinas terão capacidade de gerar receita praticamente o ano todo", explica.

Além da tecnologia aplicada ao mercado de etanol de milho, a JW Equipamentos Industriais também irá divulgar durante a FENASUCRO a sua capacidade de fabricação para atender aos mercados de Papel e Celulose e Alimentos e Bebidas.

Já a WEG oferecerá diversas soluções e serviços para a indústria de Açúcar, Etanol e Energia, com destaque para as Turbinas a Vapor, cuja linha é aplicada em geração de energia elétrica ou acionamento mecânico e está disponível de 0.1 a 150 MW, tipos contrapressão e condensação; e para os Redutores e Multiplicadores de Velocidade, disponíveis nas linhas planetários de até 8.750 kN.m para acionamentos de difusores e moendas, turborredutores de até 60 MW, especiais multiplicadores e acoplamentos flexíveis.

Implementos agrícolas

Fornecedora de implementos agrícolas para a área canavieira, além dos carros-chefes TT8022 e FertiMax, a TT do Brasil apresentará mais duas novidades na 27ª FENASUCRO: a plantadora de cana TT 3000 e o adubador FertiMax Pantográfico. "Reconhecemos a relevância que a FENASUCRO tem no mercado e consideramos de extrema importância estar em um evento deste porte. Por isso, faremos a exibição dos novos produtos durante a feira", diz Merquisson Sanches, gerente de operações da TT do Brasil.

A TT3000 é destinada para áreas menores de plantio, é mais leve e pode ser tracionada por tratores com potência inferior a 140 HP, tornando a operação mais econômica e reduzindo a compactação do solo.

Já o adubador FertiMax Pantográfico trabalha em terreno desnivelado. O seu sistema de braços pantográficos permite a cada corpo adaptar-se ao terreno de forma independente e coloca adubo dentro do solo de forma constante e controlada.

"O foco da TT é trazer inovação em produto, que agregue valor ao usuário. Cada equipamento que é desenvolvido e vem para o mercado tem que cumprir esse papel e é isso que vamos mostrar durante os quatro dias de feira", afirma Sanches.

Fabricante de uma completa linha de Implementos Agrícolas, que engloba as operações de preparo do solo, plantio, irrigação e colheita, a Agrimec apresentará três novidades durante a FENASUCRO, com destaque para a Transplantadora de Mudas.

O produto é indicado para o plantio de mudas de cana-de-açúcar no sistema de Plantio Direto. Ao mesmo tempo em que realiza a abertura do canteiro, a transplantadora faz o plantio com a possibilidade de regulagem da profundidade e da distância entre as mudas a serem plantadas. Segundo a empresa, o implemento garante ainda uma perfeita ''pega'' e elimina perdas e falhas.

Ganhos produtivos

Para a 27ª da FENASUCRO, a Romi levará máquinas da sua nova geração, desenvolvidos para proporcionar significativos ganhos produtivos. Um dos modelos será o ROMI D 800, um Centro de Usinagem Vertical, que garante estabilidade térmica e geométrica, rigidez e alta capacidade de absorção dos esforços de usinagem. Também será exibido o Centro de Torneamento ROMI GL 300M, ideal para usinagens que exijam potência e torque elevado, sendo indicadas para ambientes de média e alta produção.

"Com a participação na feira, nosso objetivo é suprir o mercado com alta tecnologia, oferecendo soluções que agreguem às indústrias mais qualidade, produtividade, eficiência e economia", afirma o diretor presidente da Romi, Luiz Cassiano Rando Rosolen.

As duas máquinas que estarão expostas são equipadas com CNC Fanuc, tela touch screen e acesso as principais funções em apenas dois toques, além de ter à disposição um sistema integrado às áreas de planejamento, usinagem, melhorias e utilitários diretamente na tela principal. 



Adubador FertiMax Pantográfico da TT do Brasil


Transplantadora de Mudas da Agrimec 


ROMI D 800, um Centro de Usinagem Vertical, da Romi 

 

 

Fonte: Phábrica de Ideias - Assessoria de Imprensa Fenasucro & Agrocana