Se for mantido, o veto vai atingir 17 setores da economia

07/08/2020
Se for mantido, o veto vai atingir 17 setores da economia

A prorrogação da desoneração da folha de pagamento para até dezembro de 2021, cujo texto sofreu veto presidencial ao sancionar a Lei que instituiu o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (MP-936), precisa voltar à pauta do Congresso o mais rápido possível. 

Se for mantido, o veto vai atingir 17 setores da economia, entre eles o de máquinas e equipamentos, já a partir de janeiro de 2021, em uma fase que o País estará em plena recuperação da crise provocada pela pandemia de coronavírus. 

“A reoneração da folha de pagamento vai impactar na geração de empregos e renda, podendo gerar ainda mais demissões. O momento agora é de criar oportunidades para as empresas manterem sua produtividade, de estimular o desenvolvimento delas facilitando o acesso a linhas de crédito, por exemplo, e não de cobrar mais impostos”, enfatiza o presidente do CEISE Br, Luis Carlos Júnior Jorge.

 

 

Assessoria de Imprensa CEISE Br
Jornalista responsável: Larissa Batistetti
Telefones: (16) 3945-5422 | 99296-8356
imprensa@ceise.com.br